Salada de Batata com Ovos

2 ovos cozidos e picados grosseiramente
2 batatas grandes cozidas e picadas grosseiramente
1 cebola média em rodelas finas
1/2 pimenta dedo de moça bem picadinha
um bom punhado de salsa e cebolinha verde picada
vinagre de vinho tinto para temperar a gosto
azeite de oliva para temperar a gosto
sal a gosto

Enquanto cozinhava as batatas e os ovos, descansei as rodelas de cebola em água quente para suavizar o sabor. Com tudo cozido e frio (importante deixar esfriar), misture todos ingredientes e si degusti!

Figos com Ricota e Mel

Já queria ter postado essa receita, mas na outra vez que fiz, a calda de mel não ficou legal. Hoje acertei!

1 xícara de chá de creme de ricota (você encontra pronto em supermercados)
1 e 1/2 colher de sopa de açúcar de confeiteiro
1 colher de sobremesa de raspas de limão
2 figos maduros cortados ao meio
1 colher de sobremesa de mel para passar nos figos
1/3 xícara de chá de mel para a calda
5 colheres de sopa de água
1 cravo
folhas de hortelã

Comece fazendo a calda, pois ela precisa esfriar para ser usada. Em uma panela junte o mel, a água e o cravo. Deixe ferver em fogo alto mexendo frequentemente por 8 minutos. Retire do fogo e deixe esfriar naturalmente, ela vai engrossar um pouco conforme esfria. Em outro recipiente, misture o creme de ricota o açúcar e as raspas de limão. Misture bem e mantenha na geladeira até a hora de usar. Com o creme e a calda prontos, já pode iniciar a montagem do prato. Esta receita serve duas porções, então distribua metade do creme em cada prato e reserve. Em seguida, na parte interna de cada metade de figo, espalhe um pouco de mel. Em uma frigideira antiaderente quente, distribua as metades com a parte interna voltada para baixo a fim de dourar os figos, não saia do fogão pois isso acontece em segundos. Coloque duas metades de figo sobre cada porção de creme, regue com a calda de mel e decore com as folhas de hortelã. Si degusti!

Itaimbezinho – Cambará do Sul/RS

Troquei as panelas pela estrada neste final de semana, então nada de receitas novas nestes dias, sorry

Saímos sábado cedo de Caxias e mais ou menos duas horas de viagem depois,  chegamos em Cambará do Sul. Visitamos o Cânion Itaimbezinho pela manhã, almoçamos em um restaurante bem interessante em Cambará mesmo, e a tarde fomos conhecer a Cachoeira dos Venâncios na cidade vizinha, Jaquirana.

Nesse post algumas fotos do Itaimbezinho e do restaurante onde me esbaldei em comer salada. Nunca tinha visto tamanha qualidade e variedade de folhas verdes (vindas da própria horta orgânica do estabelecimento). Si degusti!

Frango desfiado com requeijão

Ô comidinha caseira boa! 

Antes de qualquer coisa, queria dizer que frango não é uma carne que costuma me agradar, tenho problemas com a ave. Confesso que na maioria das vezes é um problema de “não ir com a cara” e em outras acho simplesmente sem graça. Talvez até já tenha comentado isso por aqui antes. Mas quando é bem preparado, bem temperado … a história muda.

Anos atrás, antes do meu afilhado nascer, meu cunhado com frequência fazia um fricasse de frango maravilhoso. Depois que o Gui nasceu, o tempo destinado a cozinhar virou tempo de trocar fraldas e hoje que as fraldas não existem mais, virou tempo de correr atrás do moleque antes que ele se machuque ou machuque alguém hehehe. 

Tentei inúmeras vezes refazer a receita dele, mas nunca ficou igual. Ficava bom, mas não igual. Até que por fim, fiz algo diferente, que não substituiu a receita original mas que ficou enquadrada em mesmo grau de excelência, ficou realmente muito bom! 

1 peito de frango cozido e desfiado
1 cebola média picada
1 dente de alho grande picado
3 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de extrato de tomate bem cheias diluídas em 600ml de água quente
1 colher de chá de páprica picante
sal e pimenta a gosto
400g de requeijão cremoso*
50g de parmesão ralado
batata palha a gosto para acompanhar

Aqueça o azeite em uma panela e refogue a cebola e o alho brevemente. Acrescente o frango desfiado, o caldo de tomate, o sal, a pimenta, a páprica. Mexa bem e deixe cozinhar em fogo baixo por uns 15 minutos, assim o frango absorve bem todos os sabores. Enquanto isso, espalhe o requeijão no fundo de uma assadeira de paredes altas. Após, coloque o frango sobre o requeijão, cubra com o parmesão ralado e leve ao forno pré aquecido em temperatura alta por aproximadamente 20 minutos, quando tudo estará borbulhando e começando e dourar. Sirva acompanhando de batata palha. Um arrozinho branco cai bem também. Si degusti!

* Este tipo de requeijão não é aquele vendido em copos que normalmente encontramos nos mercados. Ele é específico para uso culinário, vendido em bisnagas ou baldes. Ele é mais resistente a altas temperaturas, é mais firme. Usei este. Caso não tenha em sua cidade, pode substituir pelo requeijão comum (não fica a mesma coisa, mas fica gostoso também) ou por catupiry.